Autocarro 

MAN integra marcas de camiões e de autocarros no mercado da África do Sul

Montagem do primeiro Constellation da MAN na fábrica de Pinetown

A montagem de camiões e autocarros da MAN Latin America das séries Constellation e Volksbus na África do Sul será futuramente assumida pela MAN Truck & Bus Africa. O primeiro camião estará pronto em meados de Novembro na fábrica de produção combinada de Pinetown. Esta será a primeira vez que as marcas de autocarros MAN e Volkswagen são montadas conjuntamente em terreno internacional.

Até à data, a MAN Latin America (Brasil) mandava montar os veículos

comerciais pesados destinados ao continente africano, no Port Elizabeth, na África do Sul. Em Pinetown, a MAN Truck & Bus Africa fabrica os camiões e autocarros para os mercados sulafricanos.

"A MAN Latin America é conhecida pelo know-how que possui dos mercados emergentes, não só no desenvolvimento dos produtos mas também nas vendas personalizadas junto dos clientes e na área após venda. Através da experiência adicional da MAN Nutzfahrzeuge na África do Sul e a na região a Sul do Sahara são-nos oferecidas sinergias que iremos aproveitar para o ganho de outros mercados e clientes" diz Roberto Cortes, CEO da MAN Latin America.

A MAN Truck & Bus Africa monta actualmente sete veículos por dia em Pinetown. Perante o cenário do aumento da procura que se antevê e da redução do stock actual, a fábrica de montagem MAN em Pinetown tem potencial para duplicar a produção e deixar sair cerca de 3.200 veículos por ano da linha de produção. Isto deve-se principalmente à introdução da série Constellation e do chassis Volksbus.

União do know-how e da experiência das marcas

Alguns colaboradores da MAN Latin America trabalham já em equipa com a fábrica de montagem MAN em Pinetown. As ferramentas e elementos de controlo, como por exemplo, estruturas de montagem, gruas e outros meios de produção vieram da fábrica de montagem de Port Elizabeth. Para dar formação aos colaboradores, o Constellation e o Volksbus serão por enquanto montados em zonas separadas. Deste modo a MAN ganha a possibilidade de testar as máquinas e ferramentas antes destas serem colocadas na linha de montagem.